CNH lança publicação para destacar ações sustentáveis de 2017

Sete vezes Líder Industrial nos Índices de Sustentabilidade da Dow Jones, a CNH Industrial apresenta os destaques de 2017 em mais uma edição especial “Um ano Sustentável”. A publicação global de 50 páginas acompanha o Relatório de Sustentabilidade 2017.

O guia reúne exemplos reais, que demonstram como produtos e projetos inovadores da empresa estão sendo desenvolvidos e utilizados para reduzir o impacto ambiental e aumentar a qualidade de vida dos clientes, funcionários e comunidades em todo o mundo. As ações são de 2017 e refletem a essência da CNH Industrial em buscar um presente melhor e um futuro mais sustentável.

No ano passado, a atuação da empresa nos quatro cantos do mundo apresentou resultados importantes: forte investimento em nacionalização, com 95% dos investimentos gastos com fornecedores locais. Em manufatura, foram economizados US$ 107 milhões por meio de projetos de WCM (World Class Manufacturing).

Para aprimorar o portfólio de produtos, a CNH Industrial registrou globalmente 9.629 patentes ativas, além disso, entre as vendas de motores realizadas, mais de 44% foram com modelos movidos a gás natural. Entre os investimentos realizados, Pesquisa e Desenvolvimento recebeu US$ 957 milhões; trabalhos sociais desenvolvidos nas comunidades receberam US$ 5,7 milhões; e projetos de meio ambiente, contaram com US$ 32 milhões destinados à proteção. Além disso, a empresa reduziu em 16% o uso de água por unidade de produção e 92% dos resíduos reutilizados.

América Latina

A atuação da América Latina vem sendo destacada e considerada uma das mais sustentáveis da empresa no mundo. Dentre os projetos com resultados expressivos, são citados os que têm foco na redução de emissões. Na região, a marca FPT Industrial tem testado e validado com sucesso seus motores leves e pesados para aplicações on e off-road, usando misturas de combustíveis de 7% de biodiesel (Brasil) e 10% de biodiesel (Argentina).

Houve também investimento nas unidades operacionais. Na fábrica de Curitiba (PR), que produz máquinas agrícolas, a empresa implementou um sistema para filtrar efluentes do tratamento biológico para reutilização nos lavatórios. O sistema diminuiu as retiradas de água em 29 mil cúbicos metros/ano.

Já na planta de Sorocaba (SP) foi instalado um sistema de coleta e ultrafiltração de efluentes da indústria físico-química e da estação de tratamento para reduzir o consumo e os volumes de água. Ele permite que 90% dessa água seja recuperada e reutilizada para lavar os pisos e os equipamentos fabricados. A iniciativa gerou uma redução do uso de água no processo industrial em cerca de 8.500 metros cúbicos/ano.

Também foram destaques os investimentos em educação. No ano passado, a CNH Industrial assinou um acordo com o Ministério da Educação da Província de Córdoba para compartilhar sua experiência em manufatura com as escolas técnicas locais. A empresa vai oferecer aos estudantes treinamentos sobre as  metodologias do programa WCM, sistema de gestão implementado em todas as suas fábricas. Além de disponibilizar o conhecimento de 40 funcionários, vai capacitar os professores.

Ações sociais: Também foram destaque os trabalhos sociais desenvolvidos pela CNH Industrial. Na América Latina, a empresa busca entender o contexto para melhor contribuir com o desenvolvimento das comunidades onde as suas unidades estão instaladas. Os programas Case Multiação, Plantar e Construir e Próximo Passo reforçam o compromisso da CNH Industrial com a sociedade. O Banco CNH Industrial promove projetos de arte, cultura, educação e treinamento, alinhados com os objetivos de sustentabilidade da empresa.

Combustíveis alternativos: Comprovando todo o investimento em sustentabilidade, a CNH Industrial, por meio da marca New Holland Agriculture, líder em Energia Limpa, apresentou aos clientes e à imprensa hoje (24/4), em Ponta Grossa (PR), e exibirá durante a Agrishow 2018, em Ribeirão Preto (SP), o novo conceito de trator movido a biometano e a visão de fazenda sustentável.

(Fonte: Assessoria de Imprensa)