Pinhalense lança colheitadeiras para café conilon para colheita semimecanizada

A produção de café no Brasil é crescente, em especial o tipo conilon, com a recuperação das lavouras pós-seca no Espírito Santo e expansão em Rondônia, demandando por ampliação no processo de secagem e colheita. Neste tema, há uma revolução acontecendo no campo, onde os produtores adotam o sistema de colheita semimecanizada com máquinas recolhedoras de lona tanto para a colheita com poda ou a derriça na lona, a nova tendência dos produtores.

Atenta a esse movimento, a Pinhalense lança duas colheitadeiras para café conilon no sistema de colheita em lona: a Robusta, que trabalha com a trituração de galhos no processo de colheita, e a Conilona, que opera com derriça, separando as folhas dos frutos do café. São máquinas totalmente adaptadas às necessidades do cafeicultor, equipadas com maior tecnologia e grande robustez.

(Fonte: Assessoria de Imprensa)

Conilona

  • Nivelamento hidráulico, fácil operação ajustando a máquina a diferentes terrenos.
  • Menor inclinação da rampa de alimentação.
  • Mão-de-obra especializada apenas na colheita.
  • Maior área de limpeza.
  • Pouca perda de café.
  • Alta qualidade na abanação.
  • Reservatório com basculamento traseiro e capacidade de 4.700 litros.
  • Trator de baixa potência.

Robusta

 

  • Nivelamento hidráulico, fácil operação ajustando a máquina a diferentes terrenos.
  • Melhor qualidade de abanação.
  • Alinhamento hidráulico de lona.
  • Perfeita trituração dos galhos.
  • Sem desperdício de café na abanação.
  • Menor inclinação da rampa de alimentação.
  • Máquina fechada e mais segura, maior segurança de operação do mercado.
  • Reservatório de 3.570 litros com basculamento traseiro.