Safra de grãos pode crescer e chegar a 244 milhões de toneladas com colheita recorde

A estimativa recorde de colheita de grãos e fibras de 240,7 milhões de toneladas, anunciada semana passada, pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), tem espaço para crescer ainda mais e chegar a 244 milhões de toneladas na safra 2018/19, segundo a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

“Mesmo com essa previsão recorde, acreditamos que há potencial para crescer ainda mais”, avalia o assessor técnico da Comissão Nacional de Cereais, Fibras e Oleaginosas da CNA, Alan Malinski. Segundo ele, o clima favorável e os investimentos dos produtores em tecnologias, com destaque para a boa adubação e bons tratos culturais, justificam a previsão.

O assessor explica que a soja, com estimativa de 115 milhões de toneladas, e o milho, com projeção acima de 98 milhões de toneladas, são os principais responsáveis pelos resultados da safra. Mas o assessor acredita que a oleaginosa pode chegar a 117 milhões de toneladas, enquanto o cereal pode superar 100 milhões de toneladas em razão do bom desempenho do milho safrinha.

“Mais de 50% da safra do milho safrinha foi colhida. As produtividades estão acima do esperado. Aí já teríamos mais um milhão e meio a dois milhões de toneladas. E todo o mercado já trabalha com uma safra de soja de 117 milhões. Teríamos então mais dois milhões de acréscimo”, destacou Malinski.

(Fontes: Sociedade Nacional da Agricultura e CNA)