Bayer e Ginkgo Bioworks investem 100 milhões de dólares em agricultura sustentável

A Bayer e a Ginkgo Bioworks criarão uma nova empresa com foco no microbioma das plantas.  O acordo terá investimento de US$ 100 milhões. A nova empresa dividirá sua sede com a Ginkgo na comunidade de biotecnologia de Boston e em West Sacramento, no estado da Califórnia, sede das atividades de P&D da Bayer para produtos biológicos para plantas.

A nova empresa concentrará seus esforços em tecnologias para melhorar os microrganismos associados a plantas com foco principal na fixação de nitrogênio. Embora culturas como a soja, ervilhas e outras leguminosas possam ser combinadas com microrganismos específicos que vivem dentro da planta e satisfazem suas necessidades de nitrogênio, a maior parte das outras culturas não tem essa capacidade. O fertilizante nitrogenado é, portanto, um componente essencial na agricultura moderna. Entretanto, ele pode adicionar custos aos produtores quando utilizados de forma ineficaz. Além disso, o uso de fertilizantes nitrogenados é uma grande preocupação ambiental, gerando emissões de gases de efeito estufa e poluição da água. Os microrganismos endofíticos a serem desenvolvidos pela empresa visam fornecer uma plataforma para uma oferta flexível de novas vantagens agronômicas. Espera-se que este tenha um benefício positivo profundo para os produtores, a agricultura e a sociedade como um todo.

A nova empresa de biotecnologia é o quinto investimento da Bayer LifeScience Center (BLSC), que atua como uma unidade de inovação estratégica dentro da Bayer e reporta diretamente ao Conselho de Administração da Bayer. O BLSC tem a missão de descobrir, incentivar e ativar avanços fundamentais ao criar e construir novas empresas com os melhores parceiros empresariais, como a Ginkgo Bioworks, para biologia sintética. Juntamente com o investimento nesta nova empresa e os investimentos anteriores na Casebia (tecnologia CRISPR/Cas) e na BlueRock (tecnologia de células-tronco pluripotentes induzidas), o BLSC realizou recentemente alguns dos maiores investimentos em toda o setor de biotecnologia e tecnologia agrícola.

“O acesso ao microbioma faz parte da estratégia de inovação da Bayer. Estamos lançando esta empresa a fim de desenvolver produtos agrícolas transformadores baseados nas mais recentes tecnologias de biologia sintética'”, afirma Kemal Malik, membro do Conselho de Administração da Bayer AG e responsável pela área de Inovação. “Estabelecemos esta parceria exclusiva com a Ginkgo a fim de construir um player líder neste campo”.

(Fonte: Assessoria de Imprensa).