Empresa australiana e Agrale desenvolvem veículo elétrico para mineração

O utilitário Marruá, da Agrale, foi escolhido como base para o Bortana EV, um utilitário 4×4 elétrico que está sendo desenvolvido naquele país para atender ao setor de mineração, mercado que vai absorver também as versões 4 x 4 Diesel RHD cabines dupla e simples.

A primeira versão do Bortana EV, montado sob a plataforma de um Marruá AM 200 cabine dupla, foi apresentada entre 21 e 23 de maio na Austmine 2019, feira voltada ao setor de serviços e produtos de mineração na cidade de Brisbane, capital do estado de Queensland.

O projeto do veículo nasceu de uma parceria entre Agrale, a Safescape, empresa australiana de equipamentos para mineração, e a 3ME Technology, que detém a tecnologia do sistema elétrico, também da Austrália.

No lugar do motor Cummins diesel que equipa o Marruá AM 200, a Safescape instalou um propulsor elétrico com potência equivalente a 184 CV, desenvolvido pela 3ME Technology. Com um conjunto de baterias de 50 kWh, o veículo será capaz de rodar até 150 km com uma carga.

A parceria da Agrale com as empresas Safescape e 3ME Technology tem sintonia até mesmo na denominação dos veículos. O Agrale Marruá foi batizado com o nome dado ao touro desgarrado que habita a região pantaneira do Brasil, cujas características são a bravura e força para enfrentar qualquer terreno, chão rigoroso, lamacento ou pedregoso. A denominação Bortana remete à lenda do mineiro australiano do início do século 20, conhecido pela sua bravura para enfrentar os mais árduos desafios para cumprir suas missões.

(Fonte: Assessoria de Imprensa)