Empresas, mineradoras e prefeituras firmam acordo para planejar o ‘futuro da mineração’ nos municípios

A Associação dos Municípios de Minas Gerais e do Brasil (AMIG) e o Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM) firmaram Acordo de Cooperação Técnica para traçar o futuro da mineração no Brasil, por meio de estratégias que serão debatidas, estruturadas na forma de propostas e compromissos voltados ao desenvolvimento sustentável da mineração industrial.

As partes pretendem resguardar as condições de segurança operacional das populações e do meio ambiente e, também, contribuir para manter um horizonte perene de segurança jurídica e competitividade plena ao setor mineral brasileiro.

O acordo tem como intervenientes  a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG), o Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas Gerais (INDI), a Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (CODEMIG), o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG).

Embora AMIG e IBRAM representem segmentos distintos no universo da mineração, ambas as entidades resolveram unir esforços, de forma inédita, para, efetivamente, promover transformações, inovações e evolução nos processos desempenhados pela indústria mineral brasileira, com estreito apoio das instituições intervenientes.

Na visão do IBRAM, este é um marco no relacionamento institucional da mineração com os municípios mineradores. A AMIG e o IBRAM estarão à frente de iniciativas que irão aproximar as mineradoras das comunidades e da sociedade em geral e todos passarão a conhecer mais e melhor este setor produtivo.

Além disso, haverá espaço para discussão sobre o desenvolvimento de novas atividades econômicas nos municípios mineradores, com vistas a gerar receitas e empregos durante e, principalmente, após o encerramento do ciclo mineral nessas cidades.

“A essência da atividade minerária é aprimorar a qualidade de vida, por meio da oferta dos recursos minerais que são transformados em elementos essenciais voltados a promover a evolução humana e das nações, desde o município minerador, até sua região, seu estado e toda a nação”, diz Wilson Brumer, presidente do Conselho Diretor do IBRAM, um dos signatários do documento.

O acordo foi assinado durante o primeiro dia do III Encontro Nacional dos Municípios Mineradores, em Belo Horizonte(MG). Pela AMIG assinou seu presidente, o prefeito de Nova Lima Vitor Penido.

“A mineração pode e deve ser um vetor para o desenvolvimento; indutora da transformação tecnológica; contribuinte ativa para prosperar o hábito do consumo consciente; ser inclusiva; protagonista no incentivo à economia circular; e gerar cada vez menos impactos no meio ambiente. Com este Acordo de Cooperação pretendemos dar um passo no sentido de resgatarmos esta compreensão do real significado da mineração para o Brasil, por meio de processos transformadores da atividade”, completa Wilson Brumer.

(Fonte: Ibram).