Startups ‘agtechs’ apresentam inovações tecnológicas para agricultores na Agrishow

Ferramentas tecnológicas são realidade para o produtor agrícola. E isso tem aberto diversas portas para as agtechs (startups dedicadas ao agro). Várias delas estiveram na Agrishow, apresentando desde soluções em marketplace até gestão de informações da fazenda.

A Pangea Partes, por exemplo, espera comercializar R$ 7 milhões para os mais de 5.000 usuários de seus serviços nesse primeiro ano de atuação. Segundo o CEO da Pangea Parts, André Faro, com esse conceito todos ganham. “O vendedor, com aumento dos negócios e maior giro de seus estoques; e o produtor rural, com mais opções para escolher, baseando sua compra na melhor oferta e sem custo para usar o e-commerce”.

Já a InCeres apresenta uma plataforma que agrega soluções agronômicas tecnológicas, embarcadas nas máquinas e equipamentos de diferentes fabricantes. Assim, a gestão das informações nutricionais do solo, desenvolvimento de lavoura, estratégias agronômicas, recomendações e colheita são interligadas com máquinas a fim de garantir mais eficiência ao produtor rural.

Quem também desenvolve soluções para gestão de fazendas é a MyFarm, que criou um aplicativo com o mesmo nome da empresa que gera informações para ajudar o produtor a tomar decisões mais assertivas, o que colabora no aumento da rentabilidade, atendendo desde o planejamento da safra até o livro caixa digital.

(Fonte; Assessoria Agrishow)