TIM cria solução ‘4G no Campo’ para digitalização do agronegócio

Embora o agronegócio seja um dos setores que mais investe em tecnologia, pesquisa e desenvolvimento para soluções autônomas e gerenciamento remoto de máquinas e equipamentos, por exemplo, a conexão à internet e acesso a dados ainda é um problema para o avanço da chamada agricultura de precisão.

Dentro desse campo de oportunidades, a TIM e outras empresas do setor uniram esforços para criarem o projeto “4G TIM no Campo”.  Segundo Alexandre Dal Forno, Head de Produtos Corporativos & IoT na TIM Brasil, a tecnologia permite a conectividade das máquinas e operadores para controle e acompanhamento em tempo real das colheitadeiras e dos tratores da fazenda, assegurando decisões rápidas, com redução de custos, melhor manejo das lavouras e maior velocidade no escoamento da produção.

“A indústria já conquistou avanços tecnológicos como o desenvolvimento de máquinas conectadas e softwares que permitem analisar todas as etapas de produção e até prever condições meteorológicas favoráveis para o plantio. Porém, essas tecnologias precisam de uma rede robusta e uma infraestrutura de ponta para que funcionem corretamente. Para oferecer essa conectividade, a TIM conta com a parceria da BRFibra, da BRDigital – entregando serviços complementares ao cliente final – e a tecnologia certificada para o Agronegócio da Nokia, nossos parceiros nessa missão de ‘iluminar’ o campo”, observa Alexandre Dal Forno.

Alguns projetos pilotos estão sendo aplicados no Brasil, como na Fazenda Panorama (SLC Agrícola), em Correntina (BA). Segundo a companhia, a iniciativa utiliza tecnologia celular da Nokia e backhaul da BRFibra Telecomunicações, provendo comunicação por voz da equipe da fazenda, assim como a conexão das colheitadeiras, tratores e outras soluções da agricultura de precisão. Ao todo foi coberta uma área de 22 mil hectares, com a conexão imediata de 23 máquinas agrícolas e 10 coletores de dados.

Outro piloto do projeto “4G no Campo” com características similares foi implementado em Goianésia (GO) junto a Jalles Machado, agroindústria referência no setor sucroenergético nacional. “A partir da conectividade, podemos trazer soluções inovadoras para o setor aumentar ainda mais sua produtividade com infinitas possibilidades de automatização, controle e novas tecnologias de cultivo e manejo das culturas de soja, milho, algodão entre outras, tornando o conceito de Agricultura 4.0 uma realidade”, diz Alexandre Dal Forno.

Desde 2015, a TIM é considerada líder em cobertura 4G no país e referência como player de ultra banda larga móvel e fixa. Segundo informações institucionais, é a única empresa do setor de telecomunicações no Novo Mercado da B3, reconhecido como nível máximo de governança corporativa.

“O Projeto 4G TIM no Campo tem sua expansão de acordo com as necessidades de nossos clientes do agronegócio espalhados por todo o Brasil. Estamos sempre atentos a essas demandas”, destaca Alexandre Dal Forno.

Empresa – TIM

Website – www.tim.com.br