Automec é classificada como uma das 50 melhores revendas JCB do mundo

Pouco mais de um ano e meio no mercado atendendo o estado de São Paulo como revendedora exclusiva JCB, a Automec/JCB já está entre as 50 melhores revendas da marca inglesa no mundo, num ranking feito anualmente pela matriz. A empresa foi selecionada entre mais de dois mil pontos de venda da marca espalhados pelo globo, em cerimônia que aconteceu semana passada em Londres.

“Esse reconhecimento por parte da Inglaterra é motivo de muito orgulho para nós, e um diferencial muito grande no mercado brasileiro, diz Edson Greggio, diretor geral da Automec JCB. “Isso prova que estamos no caminho certo, mesmo em meio aos problemas econômicos e políticos do país. Se conseguimos agora estar entre os 50 melhores, teremos ainda mais destaque quando nossa economia voltar a ter índices minimamente satisfatórios e as vendas aquecerem de fato. Estamos apostando tudo nisso”, diz.

Estiveram em Londres para as comemorações do 50 Top JCB, dias 26 e 27 de setembro, o presidente da JCB do Brasil, José Luís Gonçalves, Edson Greggio, diretor Geral da Automec JCB, e  José Santiago Peres, presidente do Grupo Automec.

Ao longo dos seus 70 anos, a JCB tornou-se uma das maiores fabricantes globais de equipamentos. A empresa tem atualmente 10 mil colaboradores e comercializa seus produtos em 150 países e dois mil pontos de venda.

Assim como a fábrica brasileira, instalada em Sorocaba desde o ano de 2009, a visão da Automec com relação ao mercado brasileiro é de longo prazo. Ainda em 2017, deverá abrir a primeira filial na região de Bauru (SP). O Grupo Automec, que controla distribuidora, é reconhecido no país pela força no mercado de veículos automotores, acumulando mais de 60 anos de atuação e um faturamento de R$ 700  milhões no último ano.

Atualmente, para atender a pontos estratégicos do estado de São Paulo, a Automec JCB mantém mecânicos residentes em Araçatuba, Bauru, Ribeirão Preto, Sorocaba, Campinas, Santos e Taubaté. Dessa forma a empresa atende os clientes locais em um raio de distância de até 200 km de sua base.

“Sabemos que ainda há muito por fazer”, diz Edson Greggio. “Mas toda a equipe se sente muito motivada com o reconhecimento internacional de todo nosso esforço. E daqui para frente, nossas metas serão ainda mais ambiciosas.”

(Fonte: Assessoria de Imprensa).