Entre dezembro e janeiro, Mercedes-Benz negociou mais de 6 mil veículos comerciais

A Mercedes-Benz inicia o ano de 2018 movimentando de forma expressiva o mercado de caminhões, ônibus e comerciais leves. A marca negociou mais de 6.200 veículos comerciais entre dezembro e janeiro, que serão entregues aos clientes ao longo deste ano.

“Começamos muito bem 2018, ano que já está sinalizando a retomada do crescimento da economia, o que traz reflexos positivos ao mercado de caminhões, ônibus e comerciais leves”, ressalta Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas, Marketing e Peças & Serviços Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil.

De acordo com o executivo, esses negócios reafirmam a aprovação do mercado na qualidade e eficiência proporcionados pelos veículos comerciais da marca. “Isso nos motiva a continuar perseguindo o mote ‘As Estradas falam. A Mercedes-Benz ouve’, entregando ao cliente o produto por ele desejado, atendendo suas expectativas de rentabilidade, conforto e segurança”, afirma Leoncini. “Essa preferência, aliás, nos dá a liderança de mercado em veículos comerciais no País”.

Renovações de frotas movimentam o mercado de caminhões

Entre dezembro e janeiro, a Mercedes-Benz realizou negócios envolvendo 1.073 caminhões. “As empresas de transporte estão renovando suas frotas para atender ao crescimento da demanda com eficiência e rentabilidade. Isso é muito evidente em segmentos, como agronegócio, logística, transporte de combustíveis e químico, mineração e madeira”, diz Leoncini. “Para 2018, projetamos um crescimento de vendas de caminhões em torno de 30%”.

Em janeiro, a Raízen, principal fabricante de etanol de cana-de-açúcar do Brasil, negociou 533 caminhões extrapesados Mercedes-Benz: 300 Actros para transporte de combustível na Divisão Shell e 233 Axor para operações fora de estrada. Isso significa 1.057 extrapesados da marca vendidos para operações na Raízen em apenas seis meses, uma vez que a companhia havia adquirido 524 unidades em julho de 2017.

Já a D’Granel Transportes fechou 100 extrapesados em janeiro, sendo 86 Axor e 14 Actros para o transporte de granéis sólidos para siderurgia, cimenteiras, mineradoras e celulose, com operações no Nordeste, Centro-Oeste, Sul e Sudeste.

Também em janeiro, a Mercedes-Benz negociou 80 caminhões Axor para a Expresso Nepomuceno, que serão destinados ao transporte de cana-de-açúcar e madeira em várias regiões do Brasil. Somam-se ainda 110 extrapesados para diferentes aplicações: 52 Actros para transporte de combustível (Transjordano), 35 Actros para transporte logístico (Log Brasil) e 23 Axor para operações de cana-de-açúcar (Breda).

Em dezembro de 2017, foram 150 Actros para a Transoeste realizar o transporte de grãos no Centro-Oeste (negociações realizadas com o envolvimento da unidade de seminovos SelecTrucks) e 100 Actros para renovação de frota da Transportadora Risa, maior produtora de soja na nova fronteira do Nordeste.

O caminhão extrapesado Actros, top de linha da Mercedes-Benz, foi um grande destaque de vendas ao longo de 2017. Foram emplacadas 1.498 unidades, entre modelos on e off-road, o que significa um aumento de aproximadamente 66% sobre o ano anterior. Considerando apenas os Actros rodoviários, o crescimento de vendas foi superior a 70%.

Segmento de ônibus é aquecido por escolares, urbanos e rodoviários

“As licitações do transporte escolar e as renovações nos segmentos urbano e rodoviário estão puxando as vendas de ônibus no País”, informa Leoncini. “Somente nos dois últimos meses, negociamos 3.985 chassis de ônibus para diferentes empresas e para o programa Caminho da Escola do FNDE. Esses veículos serão emplacados ao longo de 2018. Com isso, temos a expectativa de aumentar em 15% nossas vendas no segmento de ônibus este ano”.

Entre os grandes negócios de ônibus fechados neste mês de janeiro está a negociação de 1.600 micro-ônibus para o Governo Federal. A Mercedes-Benz venceu a licitação do programa Caminho da Escola do FNDE e os veículos serão distribuídos a municípios em todo o Brasil.

Para renovação de frota das empresas de transporte urbano de passageiros, foram negociados, em janeiro, 480 chassis de ônibus da marca, sendo 300 para operações em diversas cidades de São Paulo e 180 para Recife, Pernambuco.

No mês de dezembro, a Mercedes-Benz também fechou outros importantes negócios, como os 1.000 ônibus, entre urbanos e rodoviários, para a renovação de frota do Grupo Constantino. Além desse volume, a marca venceu a licitação de 905 micro-ônibus para a Secretaria da Saúde do Estado Minas Gerais, com as prefeituras podendo adquirir seus veículos até o fim deste ano.

 

(Fonte: Assessoria de Imprensa)