Scania divulga ‘nova geração’ de caminhões na Agrishow 2019

Na 26ª edição da Agrishow, a Scania terá em seu estande os caminhões de sua Nova Geração, um sucesso recém-lançado no Brasil. O evento será realizado de 29 de abril a 3 de maio, em Ribeirão Preto (SP). 

Os veículos que estarão expostos são o off-road G 540 6×4 XT, os rodoviários R 540 6×4 e S 620 6×2; e o semipesado P 320 8×2. Além dos caminhões, o estande terá as soluções de serviços customizadas de forma ideal para a cadeia da cana e grãos, e um motor industrial OC16 071A, movido a gás natural, para geração de energia. 

Para a edição deste ano, a Scania preparou condições especiais para os caminhões da Nova Geração e alguns serviços. “A Agrishow marcará a estreia da Nova Geração em uma grande feira nacional. Esse evento é fundamental para mostrar ao cliente, da cadeia da cana e de grãos, as soluções Scania para tornar suas operações mais econômicas, rentáveis e sustentáveis”, afirma Silvio Munhoz, diretor comercial da Scania no Brasil. “Com a Nova Geração de caminhões, a Scania está se destacando ainda mais por oferecer o menor custo total da operação por quilômetro rodado do mercado. Com o novo pacote XT estamos mais especializados no DNA off-road”, afirma Silvio Munhoz, diretor comercial da Scania no Brasil. 

O agronegócio sempre foi um dos pilares do transporte de carga rodoviário. Em razão do Brasil ser um dos maiores produtores globais de diversos insumos, e ter a exportação como foco essencial de negócio, os caminhões pesados são muito utilizados pela cadeia. “No caso da Scania, em 2018, o agronegócio representou cerca de 40% do faturamento total da venda de caminhões. Para 2019, queremos aumentar esta participação.” 

A Nova Geração de caminhões chegou ao Brasil apenas dois anos após o lançamento na Europa. As novas cabines foram desenvolvidas com a mais alta tecnologia disponível no mercado e sob a perspectiva do motorista. A redução de consumo de combustível pode chegar a até 12%, em comparação com a geração anterior. A marca sueca decidiu manter a nomenclatura P, G e R, mas nenhuma peça da cabine da atual gama foi reaproveitada. É uma característica da Scania privilegiar o motorista na criação do seu produto, algo que faz toda a diferença no dia a dia do trabalho no setor de transportes. O posicionamento do condutor foi realocado para que ele tenha uma melhor visibilidade externa e o painel foi rebaixado. 

A Scania passou de 7 opções para 19 tipos de combinações variantes das novas cabines P, G, R, além da estreante S, com piso interno totalmente plano. Junta-se à novas cabines o pacote XT, formado por componentes específicos para pisos irregulares e também indicados para operações fora-de-estrada. 

O pacote XT torna a operação ainda mais dedicada e customizada. Ele pode ser incorporado nas cabines P, G, R e S. Existem opções de alturas de teto diferentes, eixos e suspensões de molas ou pneumáticas para condições extremas, pedal de embreagem para a caixa automatizada Scania Opticruise (quando necessário), freio de estacionamento elétrico e soluções adaptadas para cada aplicação. A proposta da Scania é levar o cliente do segmento a desafios ainda maiores de carga transportada versus produtividade versus hora trabalhada, e robustez. Novos itens opcionais estão disponíveis. 

O Scania XT caracteriza-se por atributos de grande visibilidade, como uma frente extremamente robusta e funcional. Para o mercado fora de estrada, os segmentos-foco da marca continuam a construção-civil, mineração, madeireiro e canavieiro. Com as novas especificações e características do lançamento, a Scania estará de olho em nichos potenciais para explorar. Todas as opções de potências estão disponíveis para a linha XT. As trações 6×4 e 8×4, as campeãs de demandas, estão ainda mais prontas para atender as necessidades dos clientes.

(Fonte: Assessoria de Imprensa)