AGCO começa produção de geradores de energia elétrica no Brasil

A AGCO, fabricante e distribuidora mundial de equipamentos agrícolas, acaba de inaugurar a sua primeira linha de produção de grupos geradores de energia elétrica no Brasil.

Situada no polo tecnológico da empresa em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo, a unidade abriga o único laboratório de controle de emissões da agroindústria e as linhas de fabricação dos tratores Valtra e dos motores AGCO Power. A nova linha fabril torna os grupos geradores da AGCO disponíveis para consórcio e financiamento via Finame e Programa Mais Alimentos (MDA), formas de aquisição viabilizadas após o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) autorizar que os grupos geradores sejam faturados por meio das redes de concessionárias autorizadas Massey Ferguson e Valtra, diretamente aos clientes finais por meio dos 378 pontos de vendas de ambas as marcas no país.

Com a novidade, a AGCO se torna a única multinacional especializada em maquinário agrícola a produzir geradores de marca própria e traz ao Brasil 60 anos de experiência no mercado europeu. Os equipamentos agora são totalmente montados, testados e armazenados em Mogi das Cruzes. “Nossa estratégia é oferecer soluções em grupos geradores com motores a diesel, focando nas necessidades dos clientes e mantendo a sinergia com o portfólio de produtos da AGCO. Vamos trazer ao mercado produtos com diferenciais de preço, durabilidade, economia e disponibilidade de serviços e peças. Assim, tornaremos as marcas Valtra e Massey Ferguson referências também no segmento de geração de energia”, ressalta André Rocha, gerente de Vendas, Marketing e Pós-Vendas da AGCO Power.

Os grupos geradores de energia elétrica da AGCO são alimentados pelo motor a diesel AGCO Power, referência no ramo agrícola pela sua robustez, consumo e confiabilidade, e estão disponíveis em potências que vão de 45 a 220 kVA. Eles podem ser utilizados em três situações distintas: em Stand By, para suprir emergências, como uma eventual falta de fornecimento de energia; em modo Prime, para gerar economia ao usuário durante horários de pico; ou em modo Contínuo, como principal fonte de energia. O uso do equipamento se estende a diversos setores da economia, como a agropecuária, varejo, construção civil e outros.

A AGCO investiu na criação da linha de produção de geradores e na capacitação técnica e mercadológica de colaboradores das áreas de manufatura, vendas e pós-vendas. Com isso, a empresa consolida sua entrada no mercado de geradores de eletricidade para competir entre os principais players na região. Os mercados das Américas Central e do Sul, antes alimentados pela fabricação europeia, devem passar a ser abastecidos pela fabricação brasileira, bem como todos os estados do País.

Inovação e tecnologia seguem como pilares da AGCO no Brasil

A nova fábrica de grupos geradores da AGCO reforça a política de investimentos contínuos em tecnologia e inovação nas plantas fabris da empresa no Brasil. Em 2015, a unidade de Mogi das Cruzes recebeu o primeiro e único laboratório de controle de emissões de toda a indústria de maquinário agrícola no País. Isso permite que a AGCO seja única empresa a fabricar e homologar seus motores dentro de casa, em conformidade com a lei brasileira antipoluente MAR-1.

Mais recentemente, a empresa incorporou à planta de Mogi das Cruzes soluções da indústria 4.0, como impressoras 3D e veículos autônomos (AGVs), e foi pioneira na inserção do Google Glass na inspeção de qualidade. Tais iniciativas, além de trazerem ganhos de produtividade à empresa e conforto e segurança aos seus colaboradores, consolida o compromisso ambiental da AGCO com o planeta.

(Fonte: Assessoria de Imprensa)