Com tecnologia digital da Agrosmart, Raízen aumenta produtividade no setor sucroenergético

Um estudo realizado pela Goldman Sachs Global Investment Research, empresa que realiza pesquisas globais de mercado de investimentos, indica que o uso de novas soluções digitais no campo irá aumentar a produtividade em cerca de 70% até 2050.

Pensando no potencial deste mercado, a Agrosmart, plataforma de agricultura digital líder na América Latina, firmou parceria com Raízen, uma das empresas de energia mais competitivas e referência na produção de cana-de-açúcar no mundo. Pioneira na adoção de tecnologias, a empresa implementou o sistema da Agrosmart na operação no campo com o objetivo de aumentar a eficiência produtiva, reduzir custos e gerar inteligência.

Por meio de sensores instalados no campo, o sistema da Agrosmart monitora as condições de umidade, clima, solo e irrigação da lavoura em tempo real, que podem ser acessadas de maneira centralizada na plataforma online. Com essa ferramenta, a equipe tem acesso às recomendações precisas de quando é preciso irrigar cada um dos talhões monitorados para atingir a máxima produtividade, com menor custo.

Além da irrigação, a equipe da Raízen também utiliza as informações geradas pela plataforma em outras atividades da operação no campo, como plantio, colheita e manejo fitossanitário.

“Antigamente, o manejo de nossa irrigação era feito por meio de um balanço hídrico teórico, que não considerava as condições reais de umidade solo no campo. Com a implementação da tecnologia da Agrosmart, conseguimos ter certeza do que acontece no campo, trazendo inovação para nossa operação para reduzir custos, aumentar produtividade e contribuir para uma produção mais sustentável na lavoura”, explica Marcelo Romão, Engenheiro de Projetos Agrícolas da Raízen.

O sistema da Agrosmart é utilizado em uma das unidades da Raízen, em Andradina (SP), unidade de GASA. A área corresponde hoje a mais de 40 mil hectares plantados de cana-de-açúcar e conta com o sistema de monitoramento da plataforma para tomar decisões relacionadas a irrigação, gestão da equipe de campo e entrada de maquinário na lavoura.

“Nossa parceria com a Raízen vai além de uma solução tecnológica. Trabalhamos juntos para destacar a agricultura 4.0 e fomentar o ecossistema de iniciativas que sejam disruptivas no campo. Se por um lado as startups possuem velocidade e DNA inovador, as grandes empresas têm acesso ao mercado, o que contribui para o trabalho de levar a agricultura digital além das fronteiras atuais”, comenta Mariana Vasconcelos, CEO da Agrosmart.

(Fonte: Assessoria de Imprensa)