Disco de freio empenado ou problema no cubo de roda: entenda as diferenças

Problema muito comum e que levam muitos motoristas a procurarem as oficinas é a trepidação do pedal, que, na maioria das vezes, é provocado por algum componente empenado. Mas como saber se o disco de freio está empenado ou se a causa é o cubo de roda? O mecânico Fernando Neves, da Auto Mecânica Neves, de Mauá-SP, premiado na promoção Feras da Oficina Nakata, dá dicas para resolver essa questão do diagnóstico antes de trocar a peça.

O profissional procede da seguinte forma para solucionar esses casos: monta o disco no cubo, coloca dois parafusos das rodas e deixa tudo bem apertado; com o relógio comparador e a base magnética, mede o empenamento e marca com giz os pontos onde está o zero e o máximo; depois desmonta, gira o disco em meia volta e refaz as medições.

Segundo Neves, com esse teste, é fácil ver o que está errado. “Se apenas o disco estiver empenado, os dois valores (zero e máximo) aparecem sempre nas mesmas posições. Quando as medidas não mudam, mas trocam de lugar após o giro, desconfie do cubo. Nos veículos onde as duas peças estão avariadas, cada medição dá um valor diferente.”

Para solucionar esses problemas de trepidação no pedal do freio, o mecânico opta em fazer um diagnóstico bastante técnico, com base nos instrumentos de medição.

Foi isso que ele fez quando o dono de um Chevrolet Corsa 2008 chegou em sua oficina com essa queixa. Ele conta que durante o conserto o cliente preferiu que os discos fossem retificados, ao invés de trocados. “Como a falha não desapareceu, foi necessário tirar a dúvida se os cubos estavam em bom estado. Neste caso, os discos tinham sido retificados, mas não ficaram bons. Também é comum encontrar cubos novos que foram danificados por montagens incorretas”, explica.

A promoção Feras da Oficina Nakata destaca o conhecimento técnico dos mecânicos, as melhores dicas são premiadas todos os meses.

Para participar basta acessar: https://www.ferasdaoficinanakata.com.br

(Fonte: Assessoria de Imprensa).