Dynapac registra aumento de exportações globais de rolos compactadores feitos no Brasil

A Dynapac acaba de registrar crescimento na comercialização global de rolos compactadores produzidos em sua fábrica da América Latina, localizada em Sorocaba (São Paulo).

Esse anúncio reforça a posição da companhia no mercado com soluções globais inovadoras, especialmente após a integração da Fayat, considerado o maior grupo de construção do mundo.Apesar da retração do mercado brasileiro nos últimos anos, a fábrica de Sorocaba tem visto suas exportações crescerem para todo o mundo.

Os rolos compactadores de pneus modelos CP1200/CP1200W, por exemplo, têm obtido excelente aceitação nos EUA e Austrália. E também são exportados para o Canadá, Europa e outros países da América Latina.

O rolo compactador tipo tamping modelo CT3000 segue o mesmo caminho, e além dos mercados citados acima, começa a conquistar espaço no mercado asiático. “Vendemos para a Indonésia no ano passado e temos demandas também da Tailândia”, diz Vinicius Lolatta Ferreira, Analista de Exportação da Dynapac.

Ambos equipamentos foram desenvolvidos pela equipe de engenharia da América Latina, buscando atender à demanda dos clientes, uma abordagem pragmática que resultou em soluções que entregam objetivamente os resultados esperados em campo.

O Dynapac CT 3000, por exemplo, utiliza o conceito de uma alta velocidade de deslocamento que entrega maior energia cinética, resultando em maior produção de metros cúbicos compactados.

Já o Dynapac CP 1200 e sua versão com pneus mais largos, CP 1200W, também garante uma operação mais rápida e produtiva, pois ao contrário de outros equipamentos da categoria, não requer interrupções na operação para calibragem dos pneus. A pressão é ajustada automaticamente, com muito mais precisão e a obra acontece muito mais rapidamente, com um acabamento de qualidade superior.

“Os equipamentos projetados e fabricados na América Latina nasceram a partir da necessidade de obter muito mais do que alta produtividade e qualidade. Eles também têm a robustez e durabilidade necessárias para a realidade de um mercado onde cada equipamento precisa trabalhar muito, por muito tempo e em condições desafiadoras. Estão credenciados para os mercados mais competitivos do mundo”, destaca Carlos Santos, Gerente de Produto e Aplicação da Dynapac América Latina.

De 2017 para 2018, somente as exportações do Dynapac CP 1200 / CP 1200W, produzido na fábrica de Sorocaba, cresceram 48% e já no primeiro trimestre de 2019 registrou um aumento de 100% em comparação ao mesmo período anterior.

(Fonte: Assessoria de Imprensa)