CompareComparando...

Mercedes-Benz apresenta nova linha de caminhões rodoviários Actros

Com o lançamento do cavalo mecânico Actros 2651 6×4 de 510 cv de potência, a Mercedes-Benz apresenta ao mercado a nova linha de seus caminhões extrapesados rodoviários top de linha no Brasil. Além do inédito membro da família, os já conhecidos Actros 2646 6×4 e Actros 2546 6×2 ganham novo design e diversos itens de avançada tecnologia, oferecendo ao cliente um nível ainda mais elevado de qualidade, conforto e segurança.

De acordo com a montadora, as vendas dos caminhões Actros rodoviários mais que dobraram no Brasil em 2016. No volume total do ano, foram emplacadas 784 unidades, o que significa um expressivo crescimento de 145% em relação às 320 unidades do ano anterior.

Ao introduzir no País o motor OM 460 LA de 510 cv, o Actros 2651 6×4 passa a ser o veículo mais potente produzido pela Mercedes-Benz do Brasil. Esta nova linha de caminhões extrapesados foi totalmente desenvolvida pela equipe do Centro de Desenvolvimento Tecnológico da Mercedes-Benz, na unidade de São Bernardo do Campo, São Paulo. Os caminhões são produzidos na fábrica da Empresa em Juiz de Fora, Minas Gerais.

“O Actros está cada vez mais preparado para as características das estradas brasileiras e para o nosso perfil de transporte, consolidando-se como um versátil ‘mix road’ para operações nos mais diversos tipos de estrada, tanto asfaltadas, quanto de terra ou outro tipo de pavimento”, diz Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas, Marketing e Peças e Serviços Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. “Nessa evolução do produto, buscamos atender ainda mais as necessidades e expectativas do mercado. Nesse sentido, fomos ouvir o que os clientes tinham a nos dizer sobre o Actros. O resultado está consolidado numa linha de caminhões mais eficientes, produtivos, confortáveis e rentáveis”.

Importante novidade do novo Actros rodoviário é a introdução, no País, do motor OM 460 LA de 13 litros de 6 cilindros em linha. O desenvolvimento para o mercado brasileiro culminou numa potência de 510 cv a 1.900 rpm, com torque máximo de 2.400 Nm a 1.100 rpm. Após ensaios em bancos de prova e testes no veículo, este motor, combinado com outras melhorias no caminhão, viabilizou uma redução de consumo de até 5%. Foram realizados 14 mil horas de ensaios com o OM 460 LA em bancos de prova no Centro de Desenvolvimento Tecnológico da Mercedes-Benz, e 1.000.000 de km de testes com o motor do novo Actros em rodovias, com o caminhão passando por diversas situações, demostrando a severidade do produto.

Comentários
Deixe uma resposta

Deixe uma resposta