Case SR130

A minicarregadeira SR130 da Case, foi produzida com grandes melhorias. O modelo agora é produzido com Chassi Power Stance, o que significa um aumento de 21% na distância entre eixos que possibilitou mais conforto, impactou na segurança e ampliou a capacidade produtiva.

O design permite uma visão de 360 graus, e a elevação radial (SR), facilita as ações de empurrar, o levantamento e a descarga. Como opcionais, é possível obter ganhos com a escolha dos comandos ISSO ou H, além de poder contar com o Ride Control, um importante auxiliar na condução com mais conforto, estabilidade e velocidade nos terrenos mais adversos.

Motor
Uma das vantagens neste modelo da Case é a economia com combustível. O novo tanque do SR 130 permite a escolha de equipamentos com capacidade estendida. Com estas opções, é possível operar com capacidade adicional, dispensando paradas para várias recargas e reduzindo o impacto na produtividade.

Além da otimização da produtividade, o motor Case/ISM N844 / M3 diesel, com potência bruta de 46hp, cilindrada de 2L e torque máximo de 130,5 Nm (a 1750 rpm), possui sistema integrado de refrigeração do óleo do motor e alternador de 120 A.

O sistema de filtragem tem filtros de combustível com separador de água e filtro de ar de elemento duplo. Sua bateria é de 12 V 1000 CCA e o trocador de calor de óleo e radiador são sobrepostos.

Para contribuir com a segurança, foi inserido um silenciador de detenção de faísca e além das especificações técnicas e otimizações para economia de combustível, o motor da SR130 também é ambientalmente amigável, pois conta com a certificação Tier 3.

Trem de força
O trem de força possui tração hidrostática nas quatro rodas e controles servo assistidos, tudo pensado para facilitar a condução do operador em diversos tipos de terrenos, garantindo uma mais suavidade, tranquilidade e manobras seguras.

Os freios de estacionamento são a disco SAHR, possuem aplicação realizada por três opções: mediante acionamento do botão do freio ou da manopla ou através do painel de instrumentos. Também pode ser acionado com o levantamento da barra de segurança, que está posicionado no banco do operador.

Sistema hidráulico
Ele conta com um sistema hidráulico auxiliar de 207 bar (3000psi) 59//min (15,6 gpm) e conectores de face plana ISO montados no braço da carregadeira. Além disto, ele possui um trocador de calor de óleo, que é utilizado quando em aplicações severas e também impacta na manutenção, pois ajuda na conservação do equipamento.

A válvula de controle da carregadeira é de 3 carretéis. O sistema de travamento do circuito hidráulico permite acionamento através do pedal e seu sistema hidráulico também está presente no neutralizador do bloqueio de funcionamento auxiliar, no sistema de bloqueio de funcionamento da carregadeira e no neutralizador do bloqueio de levantamento da carregadeira.

Cabine / instrumentos
A nova cabine da mini carregadeira SR130 conta com melhorias no conforto, segurança e ergonomia. O projeto dos modelos anteriores foi aperfeiçoado para facilitar a rotina de trabalho e proporcionar ainda mais qualidade ao operador.

Pensando na segurança, as cabines possuem estruturas ROPS/FOPS, janela traseira com saída de emergência, pacotes de alarmes e sistema de bloqueio dos comandos da carregadeira.

Melhorias no conforto foram possíveis com o aumento de 21% no espaço interno. Além disto, o modelo conta com acelerador manual de pedal, porta-copos, tomada de energia, bandeja para objetos, barra de segurança acolchoada com apoio de braço integrado e controles manuais ergonômicos de baixo esforço.
O posicionamento dos painéis de instrumentos, o assento de vinil com suspensão, sinto de segurança retrátil de 51mm e a presença de apoio para os pés, estão entre as principais características ergonômicas.

Todas estas mudanças na cabine tornaram o ambiente operacional mais atrativo, seguro, com maior operacionabilidade e confortável, para os operadores, possibilitando rotinas de trabalho extremamente confortáveis, mesmo quando realizadas por longas horas.

Cilindros
Os cilindros de elevação possuem as seguintes proporções: diâmetro de 57,2 mm; diâmetro da haste 34,9mm; curso de 645mm e apresenta comprimento fechado de 989 mm.

Os cilindros da caçamba obedecem as seguintes especificações: diâmetro do cilindro de 57,2mm; diâmetro da haste com 31,8mm; Curso de 370mm e comprimento fechado de 594mm.

Pesos Operacionais
A promessa de robustez oferecida pela marca, se comprova na sua capacidade operacional. A mini carregadeira pesa 2.270 Kg e suporta peso de transporte de até 2.130Kg, suporta carga operacional de 590Kg e alcança alturas de 0,47m

Desempenho
A carga operacional desta mini carregadeira é de 590 kg (1.300 lb) e a carga de tombamento de 1.179Kg. Como opcionais, é possível contar com contrapeso de 635 kg (1.400 lb) adicionais à carga operacional e contrapeso de 1.270kg (2.800 lb) de incremento à carga de tombamento.

A força de desagregação possui braço de elevação de 19kN (1.939 kgf) e caçamba com 18,6kN (1.896kgf). O tempo médio do ciclo é de 3,4s para levantar, 2,1s para baixar, 1,9s para descarga e 1,3s para recuo.

Para colaborar ainda mais com o desempenho, a SR130 conta com a presença de iluminação lateral. Este complemento possibilita escolha do horário de trabalho, durante o dia e até mesmo à noite, com segurança e visibilidade garantidas.

A ampliação com o novo chassi power stance, que acrescentou 21% na distância entre eixos, além das melhorias no conforto também influenciou no desempenho, pois ampliou a capacidade de carga, já que comporta mais materiais.

Capacidade de Abastecimento
A capacidade de reabastecimento ganhou um plus a mais com as melhorias no tanque de combustível. Entre as versões disponíveis dos modelos Case da série SR, eles agora contam com capacidade entre 60l e115l.

O tanque médio de combustível do SR130 possui 60,5l, o óleo de motor com filtro tem 7,1l. O sistema hidráulico tem reservatório de 15,13l e tanques para as correntes com 6,3l em cada lado.

Rodas e Pneus
A seleção de pneus ideais para o SR130 inclui os modelos da Galaxy. Para uma operação adequada são recomendadas as opções: Galaxy XD 2002, 10 x 16,5, 1.517 mm; Galaxy Beefy Baby II, 10 x 16,5, 1.517 mm; Galaxy Beefy Baby II – Revestida 10 x 16,5 , 1.517 mm e Galaxy Beefy Baby II 27 x 16,5.

Dimensões
A altura operacional total da SR 130 da Case com caçamba para fundição/escavação possui borda curta de 3,60m; com caçamba de perfil baixo tem borda padrão de 3,73m e com caçamba estendida de perfil baixo, possui borda longa de 3,86m.

O pino da articulação da caçamba possui altura de até 2,84m; o topo da cabine alcança até 1,92m e a parte inferior da caçamba nivelada quando está com o braço da carregadeira totalmente levantado alcança 2,68m.

O comprimento total, sem acessório, com dispositivo de acoplamento possui 2,44m; com caçamba para fundição/escavação no nível do solo tem 3,03m; com caçamba de baixo perfil no nível do solo, tem 3,18m; com caçamba estendida de baixo perfil no nível do solo 3,30m.

O ângulo de descarga na altura máxima alcança 40,2°; a altura de descarga, com o braço da carregadeira totalmente levantado e caçamba para fundição/escavação com borda curta tem 2,25m; com caçamba de perfil baixo, borda padrão tem 2,15m e o alcance do braço da carregadeira quando totalmente levantado atinge 0,47m.

Sobre as dimensões e o recuo máximo do acessório, a caçamba no nível do solo alcança 26,1° e na altura máxima chega a 95,2°. A distância entre eixos é de 0,94m; a distância livre do solo é de 0,18m e o ângulo de saída é de 22°.

O raio de giro frontal sem a caçamba é de 1,24m, com caçamba para fundição de 1,52m no nível do solo é de 1,92m; com caçamba de perfil baixo de 1,52m no nível do solo é de 1,99m, e com caçamba estendida de perfil baixo de 1,52m no nível do solo 2,11.

Quanto ao raio de giro traseiro, ele tem 1,43m, o eixo traseiro ao pára-choque é de 0,86m e a bitola da máquina, entre as linhas de centro possui 1,25m.

Manutenção
Este modelo conta com algumas melhorias para simplificar a manutenção de peças. As bombas hidráulicas, por exemplo, como são acopladas ao motor, ajudam a evitar a perda de potência e desta forma, acabam com a necessidade de manutenção das correias.

Para facilitar o acesso e a verificação diária dos demais componentes, o SR130 também conta com um capô de acesso com trava. Através dele, é possível realizar a manutenção diária de modo muito mais simples, realizando a inspeção através de um só ponto.