CompareComparando...

Case apresenta pulverizador de líquidos e distribuidor de sólidos

A Case IH apresentou o único equipamento no Brasil com projeto exclusivo para trabalhar com pulverização de líquidos e distribuidor de sólidos granulados. O Trident 5550 é ideal para atuar em agricultura de larga escala, com foco em alta produtividade. O equipamento foi um dos principais destaques da marca da CNH Industrial, na Agrishow, feira que aconteceu de 29 de abril a 3 de maio, em Ribeirão Preto (SP).

“A Case IH é a única marca que projetou e fabricou uma máquina que consegue pulverizar líquidos e distribuir sólidos. O equipamento foi desenvolvido para trabalhar o ano inteiro. Diferente de outras máquinas no mercado que recebem adaptações, o Tridente 5550 tem um chassi modular projetado para atuar nessas duas vertentes”, diz Silvio Campos, diretor de Marketing de Produto da Case IH

A máquina tem um exclusivo sistema que proporciona a rápida troca entre tanques líquidos e sólidos. “A operação leva apenas 42 minutos, facilitando os diversos usos do equipamento no decorrer do dia ou da noite. A agilidade é possível por conta do resistente chassi do equipamento”, afirma Willian Q. Ferronato, especialista de marketing de produto da Case IH.

O Trident 5550 tem os maiores tanques de líquidos e sólidos do mercado brasileiro e, desta forma, a máquina está disponível para trabalhar durante todo o ciclo da safra. O tanque para pulverização é de inox e tem capacidade de 5.300 litros. Já o tanque para sólidos, conhecido como Drybox, tem capacidade de 9.4 m3, com faixa de aplicação de 36 metros. “Essas características possibilitam mais disponibilidade do equipamento, gerando mais cobertura de área por dia com melhor tecnologia de aplicação”, ressalta Ferronato.

A máquina tem motor 8.7, da FPT Industrial, com potência de 390 cv. Outro destaque do produto é a suspensão pneumática que gera mais conforto e estabilidade ao operador. O equipamento é ideal para trabalhar em grandes propriedades durante todas as fases do cultivo agrícola, desde o pré-plantio, plantio, pós-emergência, tratos culturais e pós-colheita.

(Fonte: Assessoria de Imprensa)