Terex apresenta novas soluções em guindastes para infraestrutura

Após longo período de recessão, o setor de máquinas e equipamentos já apresenta uma tendência de recuperação com sinais de reaquecimento mais forte já no próximo ano, fator que tem estimulado investimentos de grandes companhias que estão se reposicionando no mercado interno e externo.

Segundo estudo divulgado pela Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração (Sobratema), o volume geral de vendas de máquinas para construção deve crescer 38% neste ano diante de 2017. No total, a estimativa é de que sejam comercializadas 17,8 mil unidades em 2018, contra 12,9 mil unidades no ano passado. Essa conta leva em consideração todas as categorias, incluindo linha amarela e demais equipamentos como guindastes, compressores portáteis, manipuladores telescópicos, plataformas aéreas, tratores de pneus pesados, gruas torre, caminhões rodoviários, entre outros. A expectativa é de que o País retome o potencial de vendas para o patamar superior a 20 mil equipamentos por ano, principalmente a partir de 2019.

Diante desse cenário de otimismo, a Terex Latin America (TLA) apresenta novidades no segmento de guindastes, com as marcas Terex e Demag. “Acreditamos que a partir de 2019 a economia comece a melhorar e o investidor externo volte a investir e confiar no Brasil. Além disso, existem muitas obras que ainda estão no papel esperando investimento do governo para iniciarem. Diante desse cenário e de todas as incertezas políticas e econômicas prevemos uma recuperação real a partir do segundo semestre de 2020”, afirma a companhia.

Uma das novidades da companhia é o lançamento do guindaste Demag® AC-250 como opção robusta e versátil para trabalhos pesados. Considerado o mais compacto da categoria, o equipamento possui boas condições de manobras e direção em todos os eixos. O guindaste tem comprimento total de 14,49 metros, largura de 3 metros, direção de cinco eixos, direção independente do eixo traseiro e controle de lançamento dinâmico. É altamente manobrável e adequado para tarefas em locais de trabalho apertados.

O equipamento conta com o inovador sistema de controle IC-1 Plus e pode até mesmo suportar cargas que normalmente são o trabalho exclusivo para guindastes maiores. Entre as vantagens estão o posicionamento assimétrico das patolas, o que oferece mais possibilidade de posicionamento do guindaste, facilita o trabalho em espaços limitados e posiciona os estabilizadores de maneira independente.

Todas as capacidades estão relacionadas com o ângulo de giro, o que oferece cálculo das capacidades em tempo real e aumenta significativamente a capacidade especialmente quando posicionado sobre uma das patolas (450%). O sistema é projetado para calcular a capacidade de içamento do guindaste para todas as posições do braço, sujeito ao ângulo de giro da superestrutura em tempo real. Isso significa que a capacidade de elevação para um raio específico não está mais limitada ao valor mais baixo para uma capacidade de levantamento pré-calculada de 360 graus, como costumava ser. Em vez disso, o guindaste pode sempre aproveitar ao máximo a capacidade de elevação disponível. Essa vantagem é particularmente útil quando se trata de elevações que exigem uma configuração de estabilizador assimétrica. A distribuição inteligente de carga por eixo torna o guindaste Demag AC 250 uma boa alternativa, já que permanece sob um limite de carga de eixo de 12 toneladas, mesmo com uma carga útil de até 550 kg. O equipamento possui ainda controle remoto, possibilitando assim o manuseio mais rápido e seguro do guindaste, facilitando a preparação e amarração da carga. Já a montagem automática dos contrapesos é feita automaticamente, após o posicionamento da superestrutura em uma posição definida.

Por meio de sistema automático do guindaste – o nivelamento do guindaste fica mais rápido e fácil a partir do toque de apenas dois botões.  O equipamento também conta com contrapesos laterais com dimensões simétricas, baixa o centro de gravidade em superfície plana.

Diversidade de aplicações

Entre as principais aplicações dos produtos das marcas Demag e Terex estão projetos de infraestrutura, como construção de pontes e demais obras públicas. Na área de energia, também há espaço, principalmente em empreendimentos de usinas eólicas, geração de energia utilizando carvão e gás natural, construção e expansão de refinaria e ainda a construção de hidroelétricas e termoelétricas. Os guindastes da empresa também são opções para obras de construção em geral e ainda podem servir em operações de terminais portuários e ferroviários.

Toda essa versatilidade é reforçada por projetos compactos, que podem ser utilizados dentro de cidades e em locais de trabalhos estreitos. A redução do custo operacional no modelo AC250 é obtida por um sistema de gerenciamento inteligente para redução do consumo e apenas um motor para realizar manutenção preventiva. Com menor número de partidas a frio, a vida útil do motor é aumentada. O equipamento da Demag possui botão de partida e parada, o que reduz o tempo de funcionamento em marcha lenta e reduz o número total de horas trabalhadas. A manutenção e demais reparos também são facilitados por pontos de manutenção centralizada, fácil acesso aos pontos de verificação diários, pontos de acesso ao motor e transmissão centralizados e níveis de óleo, água visíveis no display da cabine.

A seleção de marchas automática dependendo da carga por eixo, para a saída do guindaste e redução do desgaste da embreagem. Por sua vez, a redução do custo de transporte acaba garantida pela utilização de um ou dois caminhões para o transporte de contra pesos para estar completamente equipado na obra.

Em relação à segurança durante a operação, a máquina possui radar de capacidade seguro e intuitivo quando trabalhando com setup assimétrico dos estabilizadores, detecção automática dos contra pesos, o que não torna necessário selecionar a configuração dos contra pesos, apenas a confirmação do operador do guindaste.

O sistema inclui ainda um limitador da área de trabalho, o controle dinâmico de saída (hill holder function) incluindo ABS, o que ajuda o motorista em subidas.

A carga útil de até 900 kg sem sobrecarregar os eixos e sem risco de multas. Ainda neste panorama, o operador é auxiliado pela indicação real de carga por eixo.

Guindastes das marcas Terex e Demag são destaques como soluções globais

A linha de produtos da empresa inclui ainda outros modelos igualmente versáteis e eficientes como o Demag AC 220-5, que em uma de suas aplicações levantou um gerador de 21 toneladas no terreno do Birmingham Children’s Hospital, na Inglaterra.

Neste caso, a companhia destaca a versatilidade do equipamento nessa operação que tinha dificuldades como o espaço apertado para manejo do equipamento. Neste caso, a solução encontrada pela empresa UK Generator Manufacturer foi a de usar o modelo, que era compacto o suficiente para a entrada da garagem do hospital e que ao mesmo tempo pode oferecer, pelo sistema IC-1 Plus, potência de levantamento suficiente com estabilizadores configurados de forma assimétrica.

Para se ter uma ideia dessa operação, as equipes consideraram duas formas de levantamento do gerador. A primeira era a de usar um guindaste de grande porte, com capacidade mínima entre 350 e 500 toneladas. No entanto, esse tipo de máquina não seria capaz de caber na garagem estreita por causa de suas dimensões, e teria que ser configurada no lado oposto da estrada, tendo que levantar o equipamento em um raio de 50 metros. A opção foi descartada pelo risco de acidente, principalmente por se tratar de um hospital, que possui tanques de nitrogênio em sua estrutura. Outro case no exterior em destaque da empresa é a solução ofertada para a empresa alemã Kran Scholpp und Transport GmbH que possui dois guindastes Demag AC 220-5, adquiridos no espaço de um ano. A companhia apostou na confiabilidade e durabilidade do produto. Justamente por isso, a opção da direção da empresa foi de ampliar a linha de produtos.  Segundo a fabricante, ao longo do uso pesado não ocorreram avarias ou mau funcionamento de qualquer tipo e comprimento do guindaste. A empresa atribui importância à segurança e o sistema de controle IC-1 Plus foi especialmente importante na sua decisão.

O segundo guindaste está em uso na fábrica da BASF em Ludwigshafen. A Kran Scholpp aposta na diversificação, com os dois guindastes, com sua flexibilidade e rapidez para mudanças nos serviços. A empresa fez a opção ainda de usar as máquinas em espaços menores, o que pode ser feito com eficiência com AC 220-5. A frota da empresa crescerá nos próximos anos com a adição de mais dois novos guindastes modelo todo terreno um ainda neste ano e outro no começo de 2019. As ordens de compra já foram emitidas para um AC 300-6 e um AC 700-9.

 Destaques e Lançamentos na M&T EXPO

A Terex Latin America apresentou novidades na M&T EXPO 2018, maior evento de equipamentos para construção da América Latina que ocorreu entre os dias 26 e 29 de novembro. A companhia destacou novidades nos segmentos de Plataforma Aéreas e Guindastes. A empresa atua em diversos setores da indústria de construção e mostrou a sua força global e com investimentos locais visando o crescimento na América do Sul, com ênfase no Brasil.

No momento em que marca as comemorações de 20 anos da empresa na América do Sul, a Genie, uma marca da Terex, líder no segmento de plataformas aéreas no Brasil, acaba de lançar a plataforma articulada Genie® Z®-60/37 FE. Este equipamento esteve entre os destaques da companhia na M&T. Apresenta dois modos de operação oferecendo aos operadores duas máquinas em um único pacote, contando com uma operação mais limpa, mais silenciosa e mais eficiente enquanto entrega a performance de uma máquina a diesel tradicional.

Alimentada por motogerador de corrente alternada de alta eficiência acopladas com um motor 24 hp, a plataforma Genie® Z-60/37FE pode funcionar para aplicações ao ar livre, em terrenos acidentados e indústrias, reduzindo o ruído e as emissões em aplicações internas. Em operação no modo elétrico o equipamento Genie® Z-60/37FE, operadores podem fazer uma carga de bateria em cerca de quatro horas para melhorar o desempenho e manter a produtividade elevada. A expectativa da fabricante é de que a M&T EXPO represente algo entre 10% e 20% das vendas do setor no Brasil – até o fechamento desta edição os organizadores da feira não tinham divulgado o balanço.

Visão do futuro

A EaeMáquinas conversou com o Gerente de Vendas de Guindastes da Terex e Demag no Brasil, Rodrigo Borges, que falou sobre os planos da companhia e investimentos para os próximos anos, rede de atendimento e benefícios dos guindastes da empresa.

EaeMáquinas – Quais são as expectativas comerciais da companhia em relação à retomada da economia brasileira, quais são os investimentos previstos em termo de lançamentos e atualização do portfólio?

Terex – Acreditamos que a partir de 2019 a economia comece a melhorar e o investidor externo volte a investir e confiar no Brasil. Além disso, existem muitas obras que ainda “estão no papel” e esperando investimento do governo para iniciarem. Diante desse cenário, e todas as incertezas políticas e econômicas, prevemos uma recuperação real a partir do segundo semestre de 2020.

EaeMáquinas – Comente um pouco sobre a expectativa de vendas no mercado interno brasileiro, tem alguma região com mais potencial?

Terex – O mercado brasileiro está em baixa faz aproximadamente quatro anos e essa queda representou algo em torno de 90% de queda das vendas nesse período. Existem várias obras de infraestrutura para serem acabadas e muitas outras que estão programadas para serem aprovadas, o que gera uma expectativa para os próximos anos. A região Norte tem gerado demanda no segmento de mineração e o mercado de energia eólica também é observado com atenção.

EaeMáquinas – Quais verticais de negócio da infraestrutura são atendidas pelo modelo AC250? Quais outros setores que podem se beneficiar?

Terex –  Apontamos que o uso principal são montagens e construção civil, como viadutos, pontes, obras de metrô, entre outros usos. O AC250 pode auxiliar guindastes de esteira em obras de maior porte como montagens de torre eólica, por exemplo.

EaeMáquinas – Quem são os principais players e potenciais clientes da Terex no Brasil para esse produto, locação, cliente final?

Terex – Os principais players são a Terex, Liebherr, Manitowoc e Tadano. O maior mercado para a Terex é o mercado de locação de equipamentos seguido das construtoras. No Brasil, atendemos o mercado diretamente na venda e pós-vendas dos guindastes.

 EaeMáquinas – Quais produtos similares podem ser destacados para complementar essa linha de guindastes para operações no Brasil?

Terex – Temos o AC 130, AC 160 e o AC 220.  O cliente pode economizar com estoque de peças e outros componentes com a família de equipamentos acima. Por exemplo, tambores de carga e acessórios são intercambiáveis entre modelos mencionados.

EaeMáquinas – Como funciona a comercialização no Brasil desse produto fabricado na Alemanha?

Terex – Os guindastes Demag, All Terrain como o AC250 e os modelos de esteira são fabricados em nossa fábrica em Zweibrucken na Alemanha, e os Modelos Terex Rough Terrain são fabricados nos EUA e Itália. Além desses produtos ainda temos uma fábrica na Austrália para os guindastes Pick and Carry e uma fábrica de gruas na Itália. Nós temos uma estrutura com dez pessoas para atender o Brasil e América Latina, sendo que no Brasil nós vendemos diretamente ao cliente, e através de distribuidores na América e América Latina.

A estrutura conta com Gerente de Vendas para o Brasil,  Gerente de Vendas para os distribuidores na América Latina (exceto México), Gerente de pós vendas, Gerente de Treinamento,  técnico em nosso call center, cinco técnicos de campo especializados que atendem os clientes do Brasil e dão suporte aos distribuidores na América Latina.

Contando com os nossos distribuidores, atualmente temos uma equipe de serviços de mais de 100 técnicos capacitados e mais de 15 distribuidores em toda a America Central e do Sul, sempre à disposição de nossos clientes, tanto no suporte técnico como no atendimento de campo.

EaeMáquinas – Quais são os atrativos e vantagens do atendimento e pós-venda?

Terex – O Programa My Terex vai ampliar a presença da empresa junto aos clientes, especialmente no pós-vendas, com um atendimento 24 horas por dia, sete dias na semana em toda a América Central e do Sul, com canais diretos: website: www.myterex.com.br, chat para Suporte e ainda o telefone 0800 MyTerex (0800 698 3739).

Na área de Suporte ao Cliente é disponibilizada assistência técnica 24 horas, sete dias por semana para que as frotas de equipamentos se mantenham em operação pelo tempo que for necessário. Pelo número de telefone 0800 MYTEREX (0800698-3739) ou pelo e-mail myterexla@terex.com haverá suporte técnico disponível para peças, serviços e também treinamento.

EaeMáquinas –  Quais são as metas da companhia?

Terex –  Nosso objetivo é atingir um nível de satisfação de 100% entre nossos clientes e distribuidores para que os produtos da Terex e Demag continuem a contribuir para construção das maiores obras na América Latina. Os especialistas de plantão para responder dúvidas técnicas, solicitação de reparos, inspeção de equipamentos e laudos técnicos,  agendamento de serviços e entrega técnica. Também fazem parte do sistema, planos de manutenção preventiva e técnico residente para todos os tipos de máquinas.

Por meio do programa My Terex, os clientes ainda terão acesso às peças dos equipamentos através do catálogo de peças Demag e Terex, com busca inteligente de codificação de peças,  o siistema Terex E-Commerce com disponibilidade para a consulta de preços e envio de pedidos online 24 horas, sete dias por semana, catálogos e acessórios de ferramentas especiais, entrega para todo o Brasil e monitoramento de logística e entrega através da nossa Central de Atendimento My Terex.

EaeMáquinas – Como funciona a garantia dos produtos da Terex?

Terex – Oferecemos o maior período de cobertura do mercado e também um processo rápido e sem complicações através do envio online no sistema Terex Warranty System, que trazem créditos de garantia aprovados com 10 dias úteis e 95% das reclamações enviadas recebem uma resposta dentro de 48 horas. O My Terex oferece um programa de segurança e assistência, para que todos usem práticas de trabalho seguras.

EaeMáquinas –  A empresa desenvolve algum programa de ensino voltado aos clientes?

Terex – O cliente encontra o curso certo para deixar sua equipe ainda mais preparada, através das ferramentas disponíveis em nosso centro de treinamento Terex University. Entre os conteúdos disponíveis estão materiais teóricos e práticos; técnicas de ensino claras e acessíveis, acesso à simuladores, programas de treinamentos moldados para atender às necessidades do cliente, especialistas preparados e ensino a distância para formação de operadores.

 

Empresa – Terex Latin America

Fone – 0800 698 3739

Website –  www.myterex.com.br