No Congresso das Mulheres do Agro, New Holland reforça campanha para valorizar participação feminina no setor

Durante o 4º Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio (CNMA), a New Holland aproveitou o estande especialmente montado para o evento para divulgar a campanha #ÉTEMPOdeMulher lançada em março deste ano. A iniciativa tem o objetivo de estimular o protagonismo feminino na New Holland e no campo com ações de engajamento.

“Nos últimos anos, a agricultura brasileira se transformou em todos os sentidos. Umas das mudanças mais notáveis foi a ascensão feminina nas atividades do campo. É uma tendência irreversível. E a New Holland reconhece e incentiva a diversidade como fonte de inovação”, afirma Gabriela Brito, coordenadora de Comunicação da New Holland Agriculture.

O evento começou nesta terça-feira (08/10) e termina hoje (09) no Transamérica Expo Centro, em São Paulo.  A meta da New Holland é expandir o alcance da iniciativa com a distribuição da camiseta #ÉTEMPOdeMulher e através das redes sociais. “A New Holland quer ouvir e estar perto de todo mundo. É o nosso jeito. Queremos ouvir, aprender e trocar experiências com as agricultoras, os jovens. Queremos fazer juntos”, diz Gustavo Taniguchi, diretor de Marketing Comercial para a América do Sul da New Holland.

Tecnologia

Com o tema “AGIR – Ação Global: Integração de Redes”, a 4ª edição do CNMA reúne 1.900 pessoas para debater todos os elos da cadeia produtiva do agronegócio. O vice-presidente da New Holland Agriculture para a América do Sul, Rafael Miotto, participou do painel sobre ‘Governança Nacional’, o primeiro do evento.

Durante a exposição, Miotto falou que, embora a tecnologia agrícola disponível no Brasil esteja no mesmo nível de economias mais maduras, ainda há um déficit de mecanização no campo. “No Brasil, temos um trator para cada 100 hectares, uma colheitadeira para cada 700 hectares, há espaço para evoluirmos. Ao mesmo tempo, nós nunca tivemos uma oferta tão grande de produtos, aplicativos, softwares voltados para agricultura. Acesso não é um problema”, explica.

Segundo Miotto, o desafio está no preparo para adoção de novas tecnologias. “As novas gerações estão superexpostas às novidades e, muitas vezes, sem uma experiência prática convencional, queimam etapas na utilização de tecnologias. É fundamental capacitar, treinar, para que a adoção de novas ferramentas seja mais eficiente”, defende.

O vice-presidente da New Holland Agriculture para a América do Sul, também reforçou a importância da participação da marca em debates como o realizado no Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio. “A New Holland reconhece a força e a liderança das mulheres do agronegócio ao redor do Brasil”.

(Fonte: Assessoria de Imprensa)