CASE participa da ativação da ‘primeira rede’ experimental 5G do Nordeste

A CASE Construction Equipment traz ao Nordeste a retroescavadeira conceito 580N Wireless para a apresentação da nova tecnologia 5G, inserida, pela primeira vez na região, no laboratório experimental da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), em Campina Grande (PB).

Na ocasião, o público poderá conhecer o futuro das retroescavadeiras. A inovadora CASE 580N Wireless, máquina conceito da CASE, possui tecnologia que permite que alguns comandos da máquina sejam feitos por um tablet que pode ser posicionado no local anteriormente ocupado pelo painel de controle, ou próximo ao para-brisa para maior ergonomia em condições de deslocamento da máquina, ou, ainda, ser posicionado na coluna traseira para maior interação quanto a operação da escavadeira, além de poder ser retirado e comandado pelo operador da máquina à distância.

Somado à todas essas possibilidades, a tecnologia permite eliminar até 50% dos chicotes elétricos, que têm alto custo de desenvolvimento e alterações, além de maior dificuldade de gerenciamento diário.

Na CASE 580N Wireless, alguns comandos que antes eram exibidos no painel de controle da máquina foram transferidos para acesso via tablet, entre eles: ignição do motor, rotações do motor, horímetro, nível de óleo, nível de combustível, pressão de óleo, luzes de trabalho, ar-condicionado, buzina, pisca-alerta, rádio, limpador de para-brisa, e ainda, um velocímetro que agrega a informação de velocidade de deslocamento.

“O tablet comanda a máquina ao mesmo tempo que se conecta a todos os serviços CASE e todos os dispositivos ao redor. Em se tratando de automação, servitização, digitalização e eletrificação, a CASE está sempre a frente”, afirma Felipe Moreira, gerente de desenvolvimento de produto da CASE Construction Equipment.

A ação na Paraíba é realizada pela TIM, em parceria com a Nokia e o Núcleo Virtus, operadora ativa rede experimental 5G no campus da UFCG, com objetivo de desenvolver soluções aplicadas em software e automação.

Outras demonstrações na área de saúde, educação e agronegócio também compõem as apresentações sobre conectividade no local.

(Fonte: Assessoria de Imprensa).